Tudo que você precisa saber para montar uma loja online

Tempo de leitura: 18 minutos

Montar uma loja on-line é uma excelente maneira de começar a empreender e conseguir um dinheiro extra no final do mês, especialmente no momento de incertezas em que estamos vivendo no país.

Para que você comece a entender o potencial de criar um negócio de vendas na internet, saiba que esse mercado cresceu 5,2% em 2016, com um faturamento de mais de R$ 19 bilhões, de acordo com dados da WebShoppers.

Além disso, o tíquete médio em 2016, ou seja, o valor médio gasto em cada compra, também apresentou 7% de aumento, ficando em R$ 406,46, de acordo com o mesmo relatório.

Mas será que é possível se aventurar no universo do e-commerce sozinho e sem contar com uma estrutura de uma empresa consolidada para te ajudar nessa tarefa?

Ao ler este post, você descobrirá como montar a sua própria loja on-line e todos os pontos que precisa considerar para que o seu negócio seja um sucesso!

Dicas de montagem do e-commerce

Já está convencido de que o mercado de e-commerce é uma excelente oportunidade para dar a volta por cima e conquistar a tão sonhada independência financeira?

Então, agora chegou o momento de saber quais devem ser os primeiros passos para você começar a estruturar a sua própria loja virtual!

Defina um foco

O 1º passo para montar uma loja on-line costuma ser também o mais difícil. É muito comum vermos pessoas que querem se aventurar no mercado, mas não têm ideia do que gostariam de vender.

Definir um foco para a sua loja é fundamental para desenvolver um negócio de sucesso e conseguir criar diferenciais que o destaquem dos concorrentes.

Vale ressaltar que, ao contrário do senso comum, escolher um nicho bem específico pode ser mais vantajoso do que tentar vender para uma parcela grande de pessoas. Isso acontece porque há perfis muito segmentados de consumidores que não encontram opções de produtos que os ajudem a resolver os seus problemas.

Uma boa dica para ajudar a definir um foco é tentar unir uma área que lhe agrade com um desses nichos. Por exemplo: uma pessoa que é vegana e começa a vender salgadinhos saudáveis e sem matéria-prima animal.

Conheça o mercado

Uma vez definido qual será o seu foco de atuação, é chegado o momento de entender melhor o mercado em que você vai atuar.

Não é só porque você descobriu um nicho em que não há nenhum ou poucos concorrentes que isso significa que a sua loja será automaticamente um sucesso.

Você precisa entender se realmente há demanda para o seu produto e qual o comportamento do mercado ao longo do ano, ou seja, se existem épocas com mais e menos vendas. Um exemplo desse caso seria a venda de sorvetes, que aumentam no verão e caem bastante no inverno.



Crie uma loja virtual descomplicada por apenas R$ 20/mês

Também tente avaliar como outros fatores podem afetar o faturamento da sua loja. Itens mais “superficiais” são mais suscetíveis a serem cortados da lista de compras quando o país não está em uma boa situação econômica.

Todos esses pontos vão te ajudar a entender se o foco escolhido realmente é o mais indicado e a planejar os investimentos e o retorno do seu e-commerce.

Planeje e defina metas

Agora chegou o momento de juntar todas as informações que você conseguiu e colocar tudo no papel.

Detalhe tudo o máximo possível, desde os produtos até as perspectivas de vendas e crescimento.

Nesse momento, é importante definir metas e objetivos de vendas a curto, médio e longo prazo. Dessa forma, você terá um parâmetro muito mais realista para entender se o seu negócio está ou não caminhando na direção certa.

Detalhe o seu público

Aqui vai uma dica muito importante e que vai ajudar em todos os momentos de criar e divulgar a sua loja virtual: as personas.

Personas são perfis semi-fictícios do cliente ideal da sua loja. Para defini-la, levante dados e desenhe quem seriam os seus consumidores: profissão, idade, situação familiar, desejos e problemas.

Esse tipo de orientação é fundamental para que você consiga selecionar os melhores produtos para os seus clientes e divulgar a sua loja de forma bem mais efetiva!

Faça a gestão financeira

Muitos negócios acabam fechando as portas porque as pessoas deixam uma parte muito importante de lado: a gestão financeira.

Por isso, a partir do momento em que começar a fazer o planejamento da sua loja virtual, crie também uma planilha para prever e acompanhar os investimentos e os retornos com as vendas.

Essa atitude será extremamente importante para avaliar se as contas fecharam no final do mês e para ter uma visão mais realista de quanto você precisará investir ao longo dos anos para que a sua loja continue crescendo.

Como escolher o formato de pagamento para a loja on-line

A solução de pagamento é a grande responsável por realizar o faturamento da sua loja on-line, aprovar as transações e garantir a segurança tanto para você quanto para os seus clientes.

Por isso, é muito importante avaliar as opções disponíveis e escolher as que apresentam as melhores ferramentas e condições de pagamento de taxas.

A seguir, vamos listar alguns pontos essenciais que você precisa considerar para fazer essa escolha:

Integrações

De nada adianta escolher uma solução de pagamentos se ela não conseguir trabalhar em conjunto com a sua loja virtual, certo? Por isso, o 1º passo é entender quais os níveis de integrações oferecidos por cada uma das ferramentas.

Avalie as funcionalidades disponíveis e entenda como é feito o processo de pagamento. Esse último ponto é especialmente importante, uma vez que o cliente precisa finalizar a sua compra de maneira rápida e segura.

Algumas soluções de pagamento, por exemplo, direcionam os clientes para os seus próprios sites no momento do fechamento da compra. Veja se esse é um ponto que não vai interferir na experiência de compra ou se não seria melhor se todo o processo fosse realizado na sua loja.

Gestão das transações

Outra questão que você precisa entender é como se dá o processo de acompanhamento de pedidos e pagamentos.

Não é importante apenas saber se a compra foi paga ou não, mas também ter acesso a informações sobre por que um débito foi recusado, por exemplo. Esses dados servem não apenas para o seu acompanhamento financeiro, como também para oferecer um atendimento de maior qualidade aos clientes.

Taxas

Por fim, liste todas as taxas e prazos de pagamento de cada uma das soluções para que você consiga compará-las e escolher as melhores.

As ferramentas costumam cobrar taxas diferentes de acordo com a forma de pagamento escolhida pelo cliente e trabalhar com mais de um prazo para repassar o valor das compras.

Essa informação vai ajudar também no momento de fechar o preço final de venda de cada um dos produtos. Por isso, toda atenção é necessária!

A importância de apresentar os produtos com boas fotos e descrição

Quando falamos de e-commerce, estamos tratando de um processo de compras em que o cliente não pode ver ao vivo nem tocar os produtos.

Isso significa que as fotos e a maneira de apresentar a vitrine precisam ser pensadas nos mínimos detalhes para que a sua loja fique mais atrativa e o cliente entenda exatamente o que está comprando.

Por que as fotos importam tanto

No e-commerce, uma imagem vale mais do que mil palavras. As fotos são o 1º impacto que um cliente terá ao entrar na sua loja e, por isso, interferem diretamente na comunicação e nas vendas.

Fotos escuras, sem foco e com baixa resolução transmitem uma impressão de amadorismo, e dificilmente um cliente sentirá o desejo ou a segurança em comprar com você. Por isso, nada de economizar nesse atributo tão importante ao montar uma loja virtual!

Erros que você não pode cometer

Antes de qualquer coisa, nem pense em tirar as fotos dos seus produtos da sua casa com o seu celular! As fotos precisam ter uma excelente iluminação e resolução para que os clientes consigam visualizar todos os detalhes.

Se os produtos tiverem alguma característica especial, vale a pena produzir fotos de diferentes ângulos. Por isso, nem pense em padronizar todas as fotos e tente produzi-las já pensando no uso do produto e naquilo que as suas personas consideram como importantes.

Outro erro muito comum ao escolher as fotos para uma loja virtual costuma ser usar as enviadas pelo fabricante. Tomar esse tipo de atitude pode ser prejudicial porque o cliente vai encontrar exatamente a mesma foto em outras lojas, fazendo com que a sua caia no universo comum.

Também vale a pena prestar atenção em fotos que demonstrem o uso do seu produto. Esse tipo de abordagem costuma ser muito importante para lojas de vestuário, por exemplo, já que os clientes tendem a preferir ver as roupas em um modelo do que em um manequim.

Não deixe a descrição de lado

As fotos podem fazer a diferença entre tornar a sua loja virtual um sucesso ou um fracasso, mas isso não quer dizer que você também não precisa prestar atenção à descrição dos produtos.

Além de complementarem as fotos para que os clientes entendam os diferenciais dos seus produtos, descrições bem trabalhadas contribuem para que a loja conquiste uma posição de melhor relevância no Google e em outros buscadores.

Por isso, para fazer a descrição dos produtos, pense em informações relevantes, em dicas de uso e em atributos exclusivos. Tente usar as palavras que as suas personas também utilizam para fazer buscas de maneira natural nos textos.

Lembre-se de adaptar a linguagem ao seu cliente, ou seja, se a proposta da sua loja é ser divertida, nada de usar termos muito sérios e técnicos.

O impacto do layout na experiência do usuário

Imagine que você está andando pelo shopping e resolve entrar em uma loja, pois acabou de se lembrar de que precisa comprar um presente. A loja, porém, é escura, tem um cheiro estranho e parece extremamente entulhada de produtos.



Crie uma loja virtual descomplicada por apenas R$ 20/mês

Com certeza, você não ficaria mais nem um minuto nessa loja e muito menos faria algum esforço para encontrar o que está procurando, certo?

Pois saiba que a mesma lógica é aplicada quando vamos montar uma loja virtual. O layout do seu e-commerce interfere diretamente na experiência dos clientes e na facilidade que eles terão ou não em encontrar o que procuram.

Pontos importantes a serem considerados no layout

Escolher o layout mais adequado para a sua loja, porém, vai muito além de gostos pessoais. É preciso pensar a todo momento na sua persona e no que ela procura e entende como valor para, a partir daí, escolher a comunicação, as cores e as apresentações mais adequadas.

O 1º passo para escolher um bom layout é pensar no tema ou no foco da sua loja. Novamente, lojas mais modernas podem contar com um design mais divertido para que o cliente se identifique com a sua marca e com os seus produtos.

Mas tome cuidado para não querer “enfeitar” demais. Além de bonita, a sua loja precisa ser de fácil navegação e fazer sentindo visualmente. Lembre-se da sensação desagradável que temos ao entrar em lojas com muitos produtos e evite detalhes desnecessários. O simples é sempre melhor!

Outro ponto importante se refere à escolha de cores. Lojas monotemáticas, com apenas uma cor, ou muito coloridas podem se tornar cansativas e difíceis de navegar. Por isso, mantenha o equilíbrio.

Não deixe de prestar atenção como o layout e a navegação se adaptam aos celulares e aos tablets. O número de pessoas que pesquisam e fazem compras por esses dispositivos não para de crescer, e a sua loja precisa acompanhar o ritmo do mercado.

Por fim, destaque os lançamentos, as promoções e os produtos mais vendidos na página inicial da sua loja. Além de ser bonito, o layout precisa vender!

Divulgação para o público-alvo

A sua loja já está quase pronta para ir ao ar! Agora, é preciso planejar a divulgação dos produtos, afinal, de nada adianta montar uma loja virtual incrível se ninguém ficar sabendo que ela existe.

Para definir os canais e as abordagens de divulgação mais adequados para a sua loja, você precisará, novamente, lembrar da sua persona. Ao saber quais as dúvidas e as necessidades que ela possui, ficará muito mais fácil de adotar a comunicação certa.

O poder do marketing de conteúdo

O marketing de conteúdo será o seu grande aliado nessa tarefa de mostrar para o mundo que a sua loja existe. Essa é uma estratégia que consiste basicamente em criar materiais relevantes que ajudem as suas personas a resolver problemas e a tirar dúvidas.

Mas tome cuidado para não fazer o conteúdo exclusivamente sobre a sua loja. A grande “sacada” dessa estratégia é justamente oferecer valor às personas e, a partir daí, posicionar a sua loja como referência no segmento de atuação e atrair os clientes de maneira natural.

Aposte nas mídias sociais

As mídias sociais vieram para ficar e representam um enorme potencial para conquistar e fidelizar clientes. Com elas, é possível divulgar a sua loja, vender produtos, criar promoções diferentes e, claro, fazer o atendimento.

Vale ressaltar que usar as redes sociais a favor do seu negócio não é sinônimo de criar um perfil oficial em todos os canais que existem. Veja quais deles são utilizados pelas personas e que fazem sentido dentro da estratégia de divulgação.

Mantenha uma frequência de posts e fique atento aos assuntos do dia que podem ser aproveitados para gerar buzz. Não se esqueça, claro, de interagir com os seguidores, afinal, as redes sociais são sobre conversas.

Não deixe o e-mail marketing de lado

Engana-se quem acha que o e-mail marketing não traz resultados e está com os dias contados. Essa é, inclusive, uma das ferramentas com maior potencial de retorno em vendas para lojas virtuais.

Para isso, no entanto, é preciso segmentar os seus clientes em grupos de interesse e enviar mensagens e promoções direcionadas. Tome cuidado com a frequência para não se tornar o tão temido destinatário de spam nem sumir por muitos dias.

Invista em campanhas no Google e nas redes sociais

Por fim, não deixe de investir em campanhas de mídia tanto no Google quanto nas redes sociais.

O Google vai ajudar a sua loja a aparecer no momento exato em que os clientes estiverem buscando pelos produtos vendidos. Em contrapartida, as campanhas no Facebook, Instagram ou LinkedIn são ótimas para fortalecer a marca e, claro, vender!

Como criar um atendimento de qualidade na loja on-line

O atendimento oferecido em sua loja é determinante para que ela continue crescendo e conquiste o sucesso.

Pense que, nos dias de hoje, dificilmente uma empresa ou marca oferece produtos de baixa qualidade. Por isso, o diferencial está muito mais relacionado aos serviços oferecidos do que ao que é vendido.

Além disso, quando um bom atendimento faz parte dos pilares da loja, os clientes ficam mais satisfeitos e tendem a realizar novas compras e a indicar a marca para os amigos. Em outras palavras, você fideliza os seus clientes e, assim, consegue aumentar a lucratividade do negócio.

Tome cuidado com os profissionais envolvidos

Atendimento é coisa séria, por isso, tome muito cuidado ao contratar ou pedir para alguém te ajudar nessa frente tão importante.

Responder e-mails e solicitações em redes sociais pode parecer uma tarefa fácil, mas o que mais vemos na internet atualmente são casos de empresas que tiveram a sua imagem arruinada por deslizes no atendimento.

Um bom profissional da área precisa ser cordial, escrever bem e saber lidar com os mais diferentes perfis de pessoas.

Mantenha históricos

Não existe nada mais chato do que precisar contar o seu caso diversas vezes ao falar com o atendimento ao cliente de uma empresa. Por isso, é fundamental manter um banco de dados com os contatos e histórico de cada cliente.

Essa atitude não vai permitir apenas agilizar o atendimento e resolver problemas de maneira efetiva, como também vai criar um valioso repositório de informações que pode ser usado nas campanhas de divulgação da sua loja.

Não tenha medo das reclamações

As reclamações costumam assustar muitas empresas, fazendo com que elas cheguem, inclusive, a ignorá-las.

Apesar de dar aquele medo quando uma situação do tipo acontece, mantenha a calma, seja honesto e sempre busque a melhor solução possível para ambos os lados.

Muitas vezes, apenas o fato de dar atenção ao cliente e mostrar que a sua loja está disposta a resolver o ocorrido já ajuda a acalmar os ânimos e até mesmo a reverter o caso.

Tenha em mente que as reclamações são uma ótima oportunidade de aprender com os erros e melhorar ainda mais o seu negócio!

Logística e entrega de encomendas

Até agora, ensinamos a montar, divulgar e focar em um atendimento de qualidade para que a sua loja virtual seja um sucesso. Isso quer dizer que chegou o momento de voltar as atenções para as operações do seu e-commerce, ou seja, a compra, a estocagem e a entrega dos produtos.

Porque você precisa pensar na logística desde agora

Se você está pensando que a sua loja virtual vai ser pequena e, por isso, esse é um ponto que não precisa se preocupar agora, é melhor começar a rever alguns conceitos.

Para que o seu e-commerce funcione, você precisa ter produtos para pronta entrega e fazer com que eles cheguem até os clientes o mais rápido possível, afinal, não há nada pior do que realizar uma compra e esperar semanas para ela chegar.

Para que isso aconteça, é preciso comprar dos fornecedores com antecedência, fazer previsões de prazos e pagamentos e desenhar um bom fluxo de entrega ou postagem dos produtos.

Esse ciclo deve estar sempre sincronizado para que você não fique sem produtos no estoque nem corra o risco de comprar muito mais do que tem capacidade de vender.

Faça as escolhas certas

Muitas das lojas virtuais pequenas acabam optando por utilizar os Correios para o envio das mercadorias. No entanto, vale a pena analisar outras opções como as transportadoras.

Pode ser que fique mais em conta, tanto para você quanto para os clientes, se você fizer uma parceria com alguma transportadora da região.

Vale considerar não apenas o custo do parceiro escolhido, como também a comodidade e o valor que será cobrado do cliente para que isso não se transforme em um empecilho para a sua loja vender mais.

Conclusão

Montar uma loja virtual é uma excelente opção para começar um negócio próprio e conquistar a independência financeira! Para isso, no entanto, é preciso se preparar e conhecer as melhores opções do mercado.

Avalie as plataformas de e-commerce, as opções de entrega e as ferramentas de relacionamento com o cliente e de divulgação que podem ser mais adequadas para lançar a sua loja e colaborar para que ela se transforme em um sucesso.

Quer conhecer mais sobre esse mercado e receber mais dicas valiosas para montar uma loja virtual? Então, não deixe de assinar a nossa newsletter!



Crie uma loja virtual descomplicada por apenas R$ 20/mês

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *