Saiba como registrar uma loja virtual

Tempo de leitura: 6 minutos

Com um faturamento de mais de R$ 44 bilhões em 2016, o e-commerce é um dos grandes destaques da economia. Investir nessa opção pode ser a receita de sucesso — desde que você faça tudo certo.

Para tanto, você precisa saber como registrar uma loja virtual e quais são os primeiros passos. Pois conhecer esses elementos é fundamental para que a sua atuação tenha chances de dar certo, especialmente considerando que o mercado está cada vez mais competitivo.

Quer registrar a sua loja virtual? Veja, a seguir, tudo o que você deve saber sobre esse assunto e tire as suas dúvidas:

Comece pela análise do mercado

Antes das etapas possivelmente burocráticas, começar a sua loja virtual exige uma boa análise de mercado. Isso garante que você atue em uma porção com boas projeções e que seja capaz de oferecer ótimos resultados.

Sendo assim, comece identificando qual é a demanda. Verifique o que as pessoas estão procurando, quais são os itens mais vendidos e mais buscados e qual é o tamanho desse mercado.

Quanto mais específica for a loja virtual, menor tende a ser o público, mas mais preparado para a compra as pessoas chegarão ao seu endereço.

Também vale pensar nos concorrentes, pois investir em um mercado muito concorrido pode não ser a melhor opção. Vale mais a pena, portanto, buscar opções de diferenciação e vantagem competitiva, de modo a crescer e a se destacar.

Escolha os produtos que serão vendidos

A partir dessa análise de mercado, você poderá definir quem é o seu público de interesse e em qual nicho a sua loja atuará. Assim, fica mais fácil identificar quem é a pessoa ideal para comprar na sua empresa e como você deve trabalhar para chamar a sua atenção.

Além de tudo, é graças a essa definição que você define quais serão os produtos vendidos. É necessário estabelecer um mix diversificado dentro do nicho, mas que ainda esteja de acordo com a proposta da marca.

Considerando a renda e os padrões de consumo do público, escolha os produtos que se encaixam nessas características.

Não se esqueça da diferenciação. Então, busque oferecer peças desejadas pelo público, especialmente se elas não forem encontradas facilmente em outros endereços.

Defina um nome inédito para a sua loja virtual

Com essa parte definida, é hora de nomear a sua loja. Leve em consideração o mercado para o qual você vai voltar os seus esforços, o tipo de produto a ser vendido e a imagem que deseja passar.

Lojas jovens, por exemplo, normalmente se dão bem com nomes divertidos, enquanto as sóbrias exigem que a marca transmita isso em todos os aspectos. Porém, não se limite, já que o crescimento da loja pode fazer com que o nome já não seja adequado.

Outra questão importante é que o nome precisa ser totalmente original, evitando confusões por parte do público e mesmo ações na justiça.



Crie uma loja virtual descomplicada por apenas R$ 20/mês

Após decidir o nome, faça uma pesquisa na internet e verifique junto ao Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) se ele já foi registrado.

Caso esteja livre, você poderá utilizá-lo, e o recomendado é que registre os direitos de uso para evitar problemas no futuro.

Abra um CNPJ para regularizar a empresa

Para regularizar totalmente a sua empresa, uma das ações de como registrar uma loja virtual consiste justamente na abertura de um CNPJ. É esse elemento que garante a existência do negócio junto à Receita Federal, de modo que a lei seja cumprida.

Para isso, comece enviando o contrato social para a Junta Comercial e, depois, faça o encaminhamento para a Receita Federal. Se o faturamento for até R$ 60 mil por mês e você tiver, no máximo, um funcionário, poderá fazer o registro como microempreendedor individual (MEI) e obter o CNPJ diretamente.

Também é fundamental buscar o alvará de funcionamento junto à prefeitura, assim como as licenças por parte do Corpo dos Bombeiros e da Vigilância Sanitária, se for o caso. Toda essa ação pode ser ajudada por um contador, que cuidará de boa parte da burocracia.

Com o CNPJ em mãos, escolha o regime de tributação e não se esqueça de apurar todos os impostos conforme a lei.

Escolha a plataforma e monte a estrutura

Agora que a loja virtual já está registrada, é hora de selecionar a plataforma. O melhor é escolher uma opção que já seja consagrada no mercado, com segurança e boas funcionalidades. Há opções gratuitas e pagas, mas, normalmente, as que são de graça não são tão robustas ou seguras.

Por isso, faça uma pesquisa entre as opções intuitivas, funcionais e que cabem no seu bolso para selecionar a melhor opção.

Também é necessário escolher os serviços ligados aos pagamentos, conhecidos como intermediadores e gateways. O 2º é mais barato do que o 1º, mas exige maior estrutura própria de segurança. Então, leve isso em conta.

Outra questão é que você precisa administrar corretamente as vendas, de modo a conseguir fazer o envio adequado dos itens e a oferecer um bom atendimento. Por isso, vale a pena utilizar ferramentas como softwares de gestão.

Eles, inclusive, ajudarão no cumprimento das obrigações tributárias e na fundamental parte de gestão financeira.

Faça a divulgação da forma certa

Com tudo pronto, é hora de colocar a loja no ar. Porém, você ainda precisa atrair tráfego qualificado de modo a gerar as tão desejadas vendas.

Para isso, invista em criar um plano de divulgação. Você pode usar links patrocinados, redes sociais e mesmo outras opções de atração, como o marketing de conteúdo e a otimização de páginas para os mecanismos de buscas (SEO).

Também dá para pensar em promoções para os primeiros clientes e condições especiais em determinadas épocas. Com isso, você aumenta o interesse e faz com que as pessoas cheguem ao endereço virtual dispostas a comprar.

Tudo isso deve ser colocado em prática mediante o acompanhamento de indicadores, de modo que você possa ajustar os parâmetros para conseguir os melhores resultados.

Ao seguir esses passos de como registrar uma loja virtual, você terá o empreendimento regularizado e pronto para atrair clientes. A partir daí, é só aproveitar o mercado da melhor maneira possível, aliando boa gestão, diferenciação e ótimo atendimento!

Quer uma plataforma descomplicada e cheia de funções para iniciar o seu empreendimento virtual? Conheça a Boxloja e descubra como pode ser fácil montar a estrutura perfeita para ganhar dinheiro pela internet.



Crie uma loja virtual descomplicada por apenas R$ 20/mês

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *