Negócio online: preciso investir muito para abrir?

Tempo de leitura: 6 minutos

Cresce cada vez mais o número de empreendedores que decidem abrir um negócio online para atuar no mercado digital. Mesmo enfrentando a crise, o setor do e-commerce obteve um crescimento de 11% no ano de 2016. Isso está fazendo com que mais pessoas enxerguem no comércio eletrônico uma excelente oportunidade de empreender.

Contudo, muitas pessoas ficam perdidas e não sabem exatamente por onde começar. Se, por um lado, investir no setor aparenta ser uma alternativa lucrativa, por outro é preciso ter certo conhecimento para que o empreendimento seja bem-sucedido.

A boa notícia é que elaboramos uma lista mostrando todos os elementos que devem ser levados em consideração na hora de investir em um negócio online. Confira!

Área de atuação

O nicho de mercado escolhido será essencial para definir o capital inicial necessário para começar. Existem segmentos nos quais não é necessário investir em estoque, pois é possível trabalhar com diferentes revendedores.

Em áreas como cosméticos, beleza e perfumaria, o investimento sairia muito mais em conta do que o realizado em uma loja de eletrônicos, por exemplo. A dica é escolher uma área de atuação com a qual o empreendedor possua uma certa afinidade.

O ideal é que ele conheça o mercado e, principalmente, o público-alvo que consumirá os produtos comercializados. Assim, o lojista saberá exatamente quanto será necessário investir para colocar sua loja online.

Domínio e nome da loja

O nome do negócio online é um dos elementos mais importantes. Para “oficializá-lo”, o primeiro passo a ser dado é registrá-lo em forma de domínio. O empreendedor deverá escolher um nome que tenha total relação com o seu negócio, a área de atuação e o público-alvo.

Além disso, esse domínio deverá ser fácil de ser memorizado e, de preferência, que seja “.com.br”. É preciso pesquisar, no entanto, se não há outras lojas com o mesmo nome — ele precisa ser original e de fácil aceitação. O investimento aqui pode variar entre R$ 35 e R$ 200.

Hospedagem

A hospedagem geralmente é contratada no momento em que o empreendedor escolhe a plataforma que será utilizada em seu negócio online. Essa parte é muito importante, pois o empreendedor alugará um espaço virtual para que o seu empreendimento possa operar.

Há diversas hospedagens disponíveis no mercado e cada opção apresenta vantagens e desvantagens. A dica é escolher uma que atenda às necessidades do e-commerce a partir do seu fluxo de usuários. Quanto maior for o número de visitas, melhor terá que ser a hospedagem.

No início, um pacote para iniciante é uma boa opção. Porém, o serviço deverá apresentar suporte e a possibilidade de realizar upgrades quando for necessário.

Plataforma

Essa é a questão mais importante quando se trata de um e-commerce. Afinal, existem várias opções no mercado, desde as mais simples até as mais complexas. O empreendedor deverá escolher a opção que couber no seu orçamento e que esteja dentro de seus conhecimentos técnicos.

Plataformas mais simples costumam ser mais baratas e são ideais para empreendedores que desejam criar o negócio sem a necessidade de deter um conhecimento técnico para começar a ganhar dinheiro.

As plataformas mais avançadas, contudo, exigirão um conhecimento mais avançado e são indicadas, geralmente, para pessoas experientes no setor do comércio eletrônico. O investimento vai variar, portanto, do tipo de plataforma escolhida pelo empresário.



Crie uma loja virtual descomplicada por apenas R$ 20/mês

É importante levar três pontos em consideração:

  • facilidade em administrar a loja;
  • preço a ser investido;
  • oportunidade de suportar o crescimento do e-commerce.

Capital de giro

Para que o empreendimento ganhe força até “se pagar”, é necessário aplicar um capital de giro para operá-lo. Esse investimento dependerá exclusivamente das necessidades da loja virtual. Esse capital será utilizado para manter a loja funcionando de maneira saudável.

Esse capital de giro também deverá incluir os gastos relacionados à divulgação do negócio. Além disso, é importante contar com uma reserva caso aconteça algum imprevisto — como algum problema no gateway de pagamento, por exemplo.

Certificado digital

O certificado digital é um elemento de extrema importância para todas as lojas que desejam passar segurança e credibilidade para os seus clientes. Os certificados digitais são selos que indicam que a loja possui sistemas antifraudes, contra hackers e uma série de recursos que fortalecerão a segurança do empreendimento.

Os custos da implementação de certificados digitais em uma loja, como o SSL, são anuais e saem por preços entre R$ 400 e R$ 1000. Além dos certificados, é importante investir na segurança do negócio.

Nesse momento, o empreendedor deverá conversar com a empresa fornecedora da plataforma para conhecer todas as opções de segurança oferecidas por eles.

Marketing digital

O marketing digital consiste em um conjunto de práticas e estratégias essenciais para qualquer empresa que deseja sobreviver no campo digital. Nomes como inbound marketing, marketing de conteúdo, e-mail marketing e redes sociais deverão fazer parte da rotina do empresário.

O investimento vai depender do tamanho da estratégia e das ferramentas que serão utilizadas. É possível criar uma campanha de marketing de conteúdo com um investimento de R$ 2.000.

Se o empreendedor possuir o conhecimento necessário, esse investimento pode cair pela metade — ou até mesmo sair de graça. No entanto, nesse caso, todo o trabalho — desde o planejamento até a criação do conteúdo — terá que ser feito pelo empresário e isso não é recomendado.

Capacitação

O investimento em capacitação também é essencial para o sucesso do empreendimento. A dica é realizar cursos de SEO para e-commerce, sobre o básico do marketing digital e marketing de conteúdo, além de noções de empreendedorismo digital e gestão financeira.

Os custos com capacitação variam de acordo com os cursos escolhidos. É possível estudar gratuitamente por meio do YouTube, por exemplo.

No geral, os custos iniciais para criar um negócio online variarão bastante. É possível criar uma loja virtual investindo menos de R$ 1.000, mas o valor total dependerá de uma série de fatores — como o nicho, os domínios utilizados, os selos e certificados digitais, a proteção utilizada no comércio eletrônico, o marketing para promover a loja e muito mais.

Agora que você sabe quanto é preciso investir para criar um negócio online, entre em contato conosco e crie sua loja virtual.



Crie uma loja virtual descomplicada por apenas R$ 20/mês

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *