Checkout transparente: como ele pode aumentar as vendas

Tempo de leitura: 6 minutos

Se você pretende atuar com vendas online, é provável que esteja preocupado com sua taxa de conversão, pois muitos clientes abandonam o carrinho de compras no momento final. Por isso, o checkout transparente é mais do que uma opção: trata-se de uma necessidade.

Ou qual seria o motivo de dificultar a compra para o seu público e, assim, diminuir suas vendas? Não é verdade?

Este artigo deixará claro que um checkout tradicional pode gerar prejuízo, mas, ao mesmo tempo, demonstrará como você pode evitá-lo com o checkout transparente. Que tal começarmos definindo o termo?

O que é o checkout transparente?

A tradução literal do termo checkout é “saída”. Por isso, é usado por profissionais da hotelaria, por exemplo, como sinônimo de “fechar a conta” na saída do hóspede — quando ele se dirige ao balcão.

No e-commerce não é diferente: a expressão nomeia a página de finalização de compra, na qual o usuário informa seus dados de cobrança e conclui o processo. Portanto, o checkout é importante para garantir a taxa de conversão de vendas do site. Ele deve ser simples, fácil de operar, confiável e rápido.

Em alguns sistemas, o cliente é direcionado para outras páginas no momento de finalizar o negócio, certo? Já com o checkout transparente, a compra ocorre no próprio site, sem a necessidade de redirecionamento.

Como a taxa de conversão é impactada?

Segundo pesquisa do Baymard Institute, a taxa de abandono da compra na sua finalização é de 69,23% e, dentre os principais motivos, estão:

  • custos adicionais: frete, impostos e outros, que contribuem com 61% dos estímulos de abandono;
  • criação de cadastro: 35% dos potenciais clientes têm vontade de desistir da compra quando percebem que precisam fazer um cadastro;
  • checkout complicado: quando o processo é difícil, complexo e demorado, 27% dos leads podem desistir;
  • cálculo do pedido: quando há dificuldade em saber o total do pedido, 24% dos clientes tendem a abandonar o carrinho;
  • erros da plataforma: responsável por 22% das desistências.

A experiência de compra tem total influência no índice de conversão, pois quanto mais informações estão disponíveis de forma fácil e prática, melhor será o resultado. Além disso, os abandonos de carrinho são evitados quando o cliente não precisa preencher os dados duas vezes e o processo é mais curto, como ocorre no checkout transparente.

Como funciona?

Você já sabe que, com o checkout transparente, o processo de compra é concluído diretamente no seu site, sem redirecionamento, certo? Esse formato transmite segurança para o cliente, principalmente quando ele não conhece a plataforma de pagamento.

O checkout transparente também evita que o usuário precise preencher seus dados pessoais a cada compra, pois te permite armazenar as informações sobre ele facilmente. Mas não é só isso: o número de páginas para finalizar a compra e aprovar o pagamento é menor.

A apresentação de todos os dados de forma resumida também ajuda a melhorar a experiência de compra. Isso ocorre em razão da facilidade de visualização dos itens escolhidos, das quantidades selecionadas, dos prazos e dos valores individuais e totais.

Além disso, o processo transmite mais segurança ao público. O redirecionamento de página, por sua vez, surpreende e causa desconfiança, deixando aquela sensação de: “onde é que eu estou”?

Principalmente se já estava com alguma dúvida, o comprador pode ter encontrado o que faltava para desistir da compra. Considerando todo o esforço necessário para conduzi-lo até a última etapa do processo, não é um desperdício? Além de tudo, seu Custo de Aquisição do Cliente (CAC) sofre uma influência negativa.

Como fica o processo nos celulares e tablets?

Não deve ser segredo para você que a utilização de celulares e tablets vem crescendo a cada dia. Esses aparelhos são mais fáceis de carregar e usar, além de cumprirem bem as funções de que precisamos mais frequentemente.



Crie uma loja virtual descomplicada por apenas R$ 20/mês

No caso do celular, as pessoas sentem até um desconforto quando o esquecem em algum lugar: pela praticidade, ele está presente o tempo todo na vida de seu proprietário. E esse é um fator que torna a venda possível em qualquer momento ou lugar.

Ambos os equipamentos funcionam bem para pesquisas, mas, quando chega o momento do pagamento, a dificuldade aumenta um pouco (em alguns casos, bastante). Um dos procedimentos mais incômodos é a digitação de dados.

Dessa forma, se você reduz a necessidade de digitação com recursos como o checkout transparente, está potencializando a venda. Se o cliente estava pesquisando seus produtos, chegou até o seu carrinho e percebeu que o processo é fácil, pode seguir o impulso e comprar na hora.

Se estiver difícil, porém, o usuário pode até decidir esperar para quando estiver diante de um computador (o que é raro). Mas vale destacar que a distância até ele lembrar e fazer isso é grande.

E a experiência de compra do cliente?

Quando falamos em taxa de conversão, fica difícil pensar em outro detalhe que não seja aumentar as vendas, não é mesmo? Mas, se esse valor garante lucro e resultado imediato, a boa experiência do cliente garante que ele volte, além de também contribuir para a própria conversão, como vimos anteriormente.

O consumidor é cada vez mais exigente. Em épocas de maior escassez de produtos, ele não se importava tanto com uma compra agradável, mas, com o aumento da concorrência e a consequente disputa por sua atenção, as empresas passaram a oferecer cada vez mais benefícios, acostumando-o com um tratamento de alta qualidade.

O cliente quer ser encantado e, para um e-commerce, garantir a experiência é crucial para a sobrevivência do negócio. Parece exagero?

Considere, então, que todo cliente é um influenciador de outras pessoas e, por isso, pode compartilhar experiências positivas e negativas em poucos cliques. Qual a consequência de uma avaliação negativa para um negócio virtual? Essa não precisa responder, não é mesmo?

Para concluir, é bom lembrar que o processo não termina no checkout transparente. Seguindo a lógica de proporcionar uma ótima experiência de compra, procure entregar um bom atendimento pós-venda, fornecendo meios para que o cliente acompanhe o processamento de seu pedido e seja informado do andamento das etapas.

Agora, que tal receber informação periódica que ajude a colocar seus planos em prática? Para ficar por dentro de todos os nossos conteúdos, assine nossa newsletter!



Crie uma loja virtual descomplicada por apenas R$ 20/mês

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *